domingo, 28 de janeiro de 2018

Skype não oficial 32 / 64 bits no Linux

Desde que o programa Skype paraou de funcionar na plataforma 32 Bits para Linux, venho tentando uma opção para manter a coomunicação com meus contatos.

A opção encontrada foi a instalação da versão Web do Skype no Linux 32 Bits.

Colocando a mão na massa.


1- Vamos apagar alguma instalação que vc possa ter feito anteriormente de forma Manual.
# rm -R /opt/skype_unofficial_client/
# rm /usr/share/applications/Skype.desktop
# rm /usr/bin/skype-desktop

2- O download do programa não oficial skype está no Git, caso não tenha instalado o Git na ainda, instale com o comando:
# apt-get install git

3- Agora vamos clonar o programa, ou seja, fazer o download da instalação do Skype não oficial.
Antes em sua pasta de Download
# cd /home/USER/Download

Faça o download do programa
# git clone https://github.com/haskellcamargo/skype-unofficial-client.git


4- Entre na pasta baixado pelo Git
# cd /home/USER/Download/skype-unofficial-client

5- Confira a arquitetura de seu sistema operacional: 32 ou 64 bits
# uname -m 
i686    =  32bits
x86_64  =  64bits

De acordo com sua arquitetura (32 ou 64 bits) execute a linha de comando correspondente.
Para arquitetura 32 bits:
# make linux_x86

Para arquitetura 64 bits
# make linux_x64

Concluído!

6- Para acessar via linha de comando, digite no bash (Terminal), conforme (Figura 1)
$ /opt/skype_unofficial_client/skype
Em seguido da tecla (Tab)

Figura 1 - Skype não oficial - 32bits



Para simplificar a ação de inicialização, vamos colocar o um atalho na Área de Trabalho, conforme
# cp /usr/share/applications/skype-desktop.desktop  ~/Área\ de\ Trabalho/
ou dependendo do idioma do sistema
# cp /usr/share/applications/skype-desktop.desktop ~/Desktop

É possível alterar o idioma padrão (Inglês) pelo (Português [Brasileiro]), clicando sobre o nome do idioma, conforme (Figura 2)

Figura 2 - Alteração do idioma para Português pt-BR

7- Para colocar o skype na inicialização do computador, conforme (Figura 3)
Menu / Configurações / Sessão e Inicialização
Aba: Inicialização automática de aplicativos
+ Adicionar
   Nome: Skype
   Descrição: Mensageiro
   Comando: /usr/share/applications/skype-desktop.desktop


Figura 3 - Inicialização automática do Skype

domingo, 21 de janeiro de 2018

Python #01 atualização da versão

Verificar a versão instalada na sua maquina
$ python --version
Python 2.7.6

Vamos entra no interpretador do Python

$ python
>>>

>>> print('Olá mundo Python!')

Olá mundo Python!

Sair do Python

>>> exit()


Ok! Vamos precisar da Versao Python 3

Entre no site oficial Python para baixar a ultima versão
https://www.python.org/
Downloads
Há versões para Windows, Mac e Linux
A versão disponível hoje (21/01/2018) para Linux é:
Python-3.6.4.tar.xz  17.0Mb


Atualizar Python 3.6.4 no Linux

Instalar os pacotes necessário via Terminal Bash
# apt-get install build-essential checkinstall
# apt-get install libreadline-gplv2-dev libncursesw5-dev libssl-dev libsqlite3-dev tk-dev libgdbm-dev libc6-dev libbz2-dev


Copiar o arquivo baixado para pasta /sbin

# cp Python-3.6.4.tar.xz /sbin
# cd /sbin

Descompactar

# tar -xvf Python-3.6.4.tar.xz

Entre na pasta descompactada e de o comando

# cd /sbin/Python-3.6.4

Execute

# ./configure
# make altinstall

Testar a versão atual do Python

# python --version
Python 2.7.6

Opaaaa, algo de erado está erra aki :-(

Se eu acabei de instalar a versão 3.6, porque está mostrando a versão antiga?
Bem, nós temos que indicar a nova versão como padrão agora

Se digitar 'python3.6' veremos a versão recem instalada

# python3.6
Python 3.6.4 (default, Jan 20 2018, 22:20:52) 
[GCC 4.8.4] on linux
Type "help", "copyright", "credits" or "license" for more information.
>>> 
>>> exit() # sair do python


### Python 3.6 como padrão do Linux


# cd /usr/bin

# ls python* -ls
   0 lrwxrwxrwx 1 root root       9 Jan 17  2016 python -> python2.7

# Deletar o link simpbolico python -> python2.7

# rm -Rf /usr/bin/python

# Criar novo link com a versão atualizada

ln -s /sbin/Python-3.6.4/python /usr/bin/python

# Verificando a nova versão do Python

# python --version
Python 3.6.4

Python-3.6.4 no Linux Mint 17.3


domingo, 31 de dezembro de 2017

Recriar tabela de partição Pendrive ou Cartão SD

Recentemente precisei "ressucitar" um Cartão SD que do nada parou de funcionar. O mesmo procedimento serve para Pendrive.

Descobri que a tabela de partição não estava acessível, através do comando 
# fdisk -l

Para resolver o problema utilizei 4 procedimentos:

1- Refazer a tabela de partições
# fdisk -b /dev/sdb
OBS: Não deu certo.


2- apagar todas as partições:
# cfdisk -z /dev/sdb
OBS: este comando permite recriar a  tabela de partição, como primaria ou secundária, eu utilizei todo espaço como Primária.


3- Formatar o Cartão SD com formato FAT32
# mkfs.vfat -c -v /dev/sdb1


4- Para mudar o nome do label do Cartão SD ou Pendrive, com FAT32 ou VFAT
# dosfslabel /dev/sdb1 HUDSON


Para verificar se tudo está correto, vamos ver a tabela de partições
Dispositivo Boot      Início        Fim      Blocos   Id  Sistema
/dev/sdb1   *          32    60588031    30294000   83  Linux

Depois transfira alguns arquivos, renomeie e delete os arquivos.



quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Linux Mint Mate 17.3 e 18.2 não acorda da Hibernação

Hibernação com Linux baixando a tampa no notebook nunca foi algo 100% funcional.

No Linux Mint Mate 17.3 e 18.2 que tenho instalado atualmente, o computador Hiberna ao baixar a tampa no notebook, porém não desperta mais, fica em uma tela preta.

Minha partição Swap está ativa, conforma comando abaixo:

# fdisk -l
Dispositivo Inicializar Start Fim Setores Size Id Tipo
/dev/sda1 2048 15624191 15622144 7,5G 82 Linux swap / Solaris
/dev/sda2 * 15624192 210935807 195311616 93,1G 83 Linux
/dev/sda3 210935808 976771071 765835264 365,2G 83 Linux


Alguém tem uma solução para resolver esse problema?

terça-feira, 14 de março de 2017

Moodle 3.2.2 no Debian 8.7


Moodle 3.2.2

Vou iniciar meus trabalhos com Educação a Distância, e para isso fiz a instalação da plataforma Moodle 3.2.2 no servidor web Debian GNU/Linux 8.7 (jessie).

Neste primeiro post, vou detalhar a instalação do Moodle no Debian, nos próximos serão as configurações.

Moodle 3.2.2
Ambiente Virtual de Aprendizagem - AVA 
https://moodle.org/
Download
moodle-3.2.2.zip - 50Mb
Pré Requisitos: PHP 5.6.5, MariaDB 5.5.31 or MySQL 5.5.31 or Postgres 9.1 or MSSQL 2008 or Oracle 10.2

Verificação dos Requisitos mínimos:
# php --version
PHP 5.6.29-0+deb8u1 (cli) (built: Dec 14 2016 13:13:28)   OK!

# mysql --version
mysql  Ver 14.14 Distrib 5.5.54, for debian-linux-gnu (i686) using readline 6.3   OK!

Pré Requisito: LAMP, WAMP (Linux/[R]Windows, Apache2, MySQL, PHP)

COPIAR O ARQUIVO BAIXADO PARA A PASTA DO WebServer
# cp moodle-3.2.2.zip /var/www

DESCOMPANTAR
# cd /var/www
# unzip moodle-3.2.2.zip

MUDAR DONO E GRUPO
# chown hudson.hudson moodle

MUDAR PERMISSAO
# chmod 777 /var/www/moodle


### MySQL

CRIAR BANCO DE DADOS
# CREATE DATABASE db_moodle DEFAULT CHARACTER SET utf8 COLLATE utf8_unicode_ci;

CRIAR USUARIO
usuario: hss_moodle
senha: *********

Não esqueça de dar permissão de acesso deste novo usuario ao banco de dados do moodle


### INSTALACAO DO MOODLE VIA BROWSER
http://localhost/moodle

Escola um idioma: Português - Brasil (pt_br)

# MSG ERRO:
Extensão PHP cURL
deve ser instalado e habilitado

RESOLUÇÃO:
# NO[R]Windows DESCOMENTE
# vim /etc/php5/apache2/php.ini
extension = cUrl....


NO DEBIAN, INSTALE O PACOTE
# apt-get install php5-curl

REINICIAR APACHE2
# systemctl restart apache2

CRIE UMA PASTA PARA DIRETORIO PRIVADO DO MOODLE
# mkdir /var/moodledata
# chmod 777 /var/moodledata

drwxrwxrwx  2 root root  4,0K Mar 13 20:43 moodledata

CONFIGURAÇÃO DE ENDERECOS
Endereço web: http://srv001consistem.ddns.net/moodle
Diretório Moodle: /var/www/moodle
Diretorio de dados [privado]: /var/moodledata

ESCOLHA O DRIVER DA BASE DE DADOS:
Improved MySQL (native/mysqli)

CONFIGURACAO MySQL:

Host: localhost
base de dados: db_moodle
usuario: user_moodle
senha: ********
prefixo: mdl_


ARQUIVO DE CONFIGURAÇÃO CRIADO AUTOMATICAMENTE NA RAIZ DA PASTA MOODLE
ARQ: /var/www/config.php
#========================================


unset($CFG);
global $CFG;
$CFG = new stdClass();

$CFG->dbtype    = 'mysqli';
$CFG->dblibrary = 'native';
$CFG->dbhost    = 'localhost';
$CFG->dbname    = 'db_moodle';
$CFG->dbuser    = 'user_moodle';
$CFG->dbpass    = '********';
$CFG->prefix    = 'mdl_';
$CFG->dboptions = array (
  'dbpersist' => 0,
  'dbport' => '',
  'dbsocket' => '',
  'dbcollation' => 'utf8_unicode_ci',
);

$CFG->wwwroot   = 'http://srv001consistem.ddns.net/moodle';
$CFG->dataroot  = '/var/moodledata';
$CFG->admin     = 'admin';

$CFG->directorypermissions = 0777;

require_once(__DIR__ . '/lib/setup.php');

// There is no php closing tag in this file,
// it is intentional because it prevents trailing whitespace problems!
#======================================================


ESTE PROCEDIMENTO DEMORA UM POUCO

PRONTO!!!

Instalação
Moodle - Modular Object-Oriented Dynamic Learning Environment
Nota sobre os Direitos Autorais
Copyright (C) 1999 em diante Martin Dougiamas (http://moodle.com)

Este programa é um software livre, você pode redistribuí-lo e/ou modificá-lo sob os termos da GNU General Public License como publicado pela Free Software Foundation; tanto na versão 3 da Licença, ou (a seu critério) qualquer versão posterior.

Este programa é distribuído na esperança que possa ser útil,
mas SEM QUALQUER GARANTIA, sem mesmo a garantia implícita de COMERCIALIZAÇÃO ou ADEQUAÇÃO PARA UM DETERMINADO PROPÓSITO.

Veja a página de informações obre a Lincença do Moodle em:
http://docs.moodle.org/dev/License


PAGINA DE VERIFICAÇÃO DE ERROS DE INSTALAÇÃO

MSG ERRO:
php_extension xmlrpc
# apt-get install php5-xmlrpc

MSG ERRO:
php_extension intl
# apt-get install php5-intl


REINICIAR APACHE2
# systemctl restart apache2


Pronto! 
Moodle instalado.
Agora é iniciar as configurações internas:
- administrativa
- segurança
- cadastro de usuários
- criação e manutenção de cursos

Essa parte fica p um próximo post.

Abraços!

Hudson 

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

CONVERSÃO EM MASSA .jpg PARA .pdf NO LINUX, NA UNHA

Procurei uma ferramenta gráfica que fizesse o trabalho manual de converter várias "imagens.jpg" tiradas pela câmera de um smartphone para um único arquivo "aula.pdf".

Ferramentas gráficas de conversão em massa só encontri para o [R]Windows.

A solução Linux foi através da conversão em massa por linha de comando, o que me suspreendeu para facilidade.

Primeiro, precisare-mos instalar a ferramenta ImageMagick no computador, o que pode ser feito graficamente pelo Synaptic ou por linha de comando
# apt-get install imagemagick

Segundo, entre na pasta onde estão as imagens, através do Shell
$ cd /home/hudson/fotos/aula

Terceiro, coloque em ordem as imagens
IMPORTANTE: renomei o nome das imagens para que elas fiquem na ordem exata que você deseja que saia no arquivo .PDF
$ mv img20170223-202345.jpg img01.jpg
$ mv img20161211-101537.jpg img02.jpg
$ mv img20160907-152353.jpg img03.jpg

Quarto, de o comando de conversão em massa na unha
$ convert *.jpg aula12-while.pdf

Pronto! Será criado no mesmo diretório um  novo arquivo chamado "aula12-while.pdf".

Abraços!

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

INSTALAR LAMP NO DEBIAN 8

LAMP 
- Linux
- Apache
- MySql
- PHP


# NAO USA MAIS
/etc/init.d/apache2 restart

# agora usa SYSTEMCTL controla o serviço
# systemctl restart apache2


1 - Instalar MySQL 5
# apt-get install mysql-server mysql-client

OBS: sera solicitado a senha de root: mengao


2 - Instalar Apache2.
# apt-get install apache2

Configuracoes:

=== CONEXAO PERSISTENTE
# vim /etc/apache2/apache2.conf
KeepAlive Off

=== VALORES PERSONALIZADOS
# vim /etc/apache2/mods-available/mpm_prefork.conf

        StartServers              4
        MinSpareServers           20
        MaxSpareServers           40
        MaxRequestWorkers         200
        MaxConnectionsPerChild    4500


=== ABILITAR MODULOS
# a2dismod mpm_event
# a2enmod mpm_prefork

=== APOS CRIAR UM NOVO MOLULO WEB
a2ensite example.com.conf


=== PARA DESABILITAR UM SITE
a2dissite example.com


=== REINICIAR APACHA2
# systemctl restart apache2


3 - INSTALAR PHP5
# apt-get install php5 php-mysql libapache2-mod-php5

==== OTIMIZAR 2Gb Linode
# vim /etc/php5/apache2/php.ini

error_reporting = E_COMPILE_ERROR|E_RECOVERABLE_ERROR|E_ERROR|E_CORE_ERROR
error_log = /var/log/php/error.log
max_input_time = 60


=== RESTART APACHE2
# systemctl restart apache2


4 - INSTALAR PHPMYADMIN
# apt-get install phpmyadmin

Selecione um servidor web
| x | Apache2


Configurar o banco de dados com dbconfig-common
| Sim |

Senha do admin do banco de dados: mengao

Abra o browser e digite a URL
http://localhost/phpmyadmin
login: root
senha: mengao


Bom trabalho!